UNICEF cria criança digital para sensibilizar sobre drama dos refugiados na Europa


  

A divisão sueca da UNICEF criou uma criança digital para capitanear uma campanha de sensibilização sobre o drama dos refugiados na Europa.
Batizada de Sofia, a menina de 7 anos teve seu rosto construído a partir das imagens de 500 rostos de crianças reais que fugiram dos horrores de uma guerra, em diferentes regiões do planeta.
No vídeo, a personagem virtual relata que está sozinha, com frio, em um bote inflável com água até o joelho. Ela conta que precisou fugir de homens armados, abandonar a escola e procurar um refúgio em outro país. O objetivo da UNICEF é simbolizar em Sofia o sofrimento verdadeiro vivido por crianças em lugares como Etiópia, Ucrânia e Fiji, abalados por crises e conflitos armados. Confira o vídeo abaixo:




Para montar o rosto de Sofia, a agência de publicidade Edelman Deportivo utilizou a ferramenta Face Research para combinar características das 500 fotos fornecidas pela UNICEF. A conversão para um personagem em 3D foi realizada pela empresa Pixel Grinder, responsável pela criação de efeitos especiais em produções cinematográficas, como Avatar e Planeta dos Macacos.
“Nós criamos Sofia para dar um rosto para todas as crianças que não estão visíveis para nós”, explica Per Westberg, gerente de contribuições da UNICEF Suécia. “Perto de 250 milhões de crianças vivem em áreas atingidas por desastres e a maioria desses desastres não recebem nenhuma atenção”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A PALAVRA E A FLECHA LANÇADA NÃO VOLTAM ATRÁS"

Um resumo do dilúvio e a arca de Noé até os dias de hoje.