Postagens

Mostrando postagens de Abril 28, 2017

Como foi a greve geral contra reformas de Temer em 28/04

Imagem
Apenas parte da reportagem de EXAME.COM agora a noite. Fatimalis.
Todos os créditos à EXAME.COM Veja como está a situação nas principais capitais do país em dia de paralisações e manifestações EXAME.COM
Membro do MTST segura bandeira em bloqueio durante greve geral de 28/04 em Brasília (DF) (Ueslei Marcelino/Reuters)

São Paulo – O Brasil foi é palco, nesta sexta-feira (28/04), de uma  greve gerale manifestações contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo de Michel Temer. Veja como foram as paralisações e protestos pelo Brasil:
21h06 – Polícia começa a dispersar grupos de manifestantes em SP Manifestantes que foram protestar perto da casa de Michel Temer começam a voltar para o Largo da Batata, em São Paulo. A Polícia Militar faz uma varredura na avenida Pedroso de Moraes para afastar grupos que ainda permanecem no local. Há bastante lixo e resíduos espalhados no caminho. As informações são do canal GloboNews. 20h43 – Choque e manifestantes entram em confronto …

Algumas das mudanças propostas na Reforma Trabalhista do governo golpista de Michel Temer.

Imagem
Entenda algumas das mudanças propostas na Reforma Trabalhista do governo golpista de Michel Temer. Entre os pontos abordados pelo projeto, estão a contratação de terceirizados, em todas as atividades da empresa, com salários menores, o fim do princípio de equiparação salarial para as mesmas funções na empresa e as jornadas de trabalho de até 12 horas seguidas, por 36 de descanso.
Confira: #BrasildeFato


A LUTA DOS POVOS INDÍGINAS

Imagem
Líderes de comunidades das cinco regiões do país foram recebidos por parlamentares da bancada do PT na manhã desta quarta-feira (26), no Senado Federal. O encontro ocorreu após a repressão policial ao ato indígena ocorrido na terça-feira (25) em frente ao Congresso Nacional, em Brasília (DF). Durante a reunião, que tratou da pauta de luta dos povos indígenas, as lideranças reforçaram que a principal reivindicação é a retomada imediata das demarcações de terra, que estão paradas há cerca de um ano e já vinham decrescendo com o tempo.  Segundo dados do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), a média anual de homologações de terras caiu de 10, no governo Lula (2003-2010), para 3,6 durante o governo Dilma (2011-2015). Além disso, 348 territórios reivindicados pelas comunidades sequer entraram ainda na fila da Funai para serem submetidos a um estudo de avaliação.  Na reunião, as lideranças também destacaram que a luta por direitos é uma constante e que as comunidades continuarão se mobili…