Bolachas e biscoitos internacionais


ARGENTINA 

Colaciones, um biscoito argentino.


Não satisfeitos em consumir o doce de leite nacional como se fosse manteiga, os argentinos ainda usam esse néctar precioso em várias de suas sobremesas. Em praticamente todas.  As colaciones são biscoitos típicos de Córdoba, província vizinha à de Buenos Aire. A casquinha de sequilho das colaciones guarda um naco de doce de leite e - para adoçar a vida - tudo é coberto com glacê de açúcar. É doce, é felicidade em forma de biscoito argentino.

Quando se fala em gastronomia argentina é quase certo vir à mente um pedaço de carne alto e suculento, tal qual o idolatrado bife de chorizo. Os alfajores e pães doces nas cafeterias, confeitarias, padarias e outras "rias". Quase sempre tudo besuntado de doce de leite, coisa que os argentinos sabem produzir.

Colaciones (biscoito argentino)
(Rende cerca de 12 biscoitos)

1/2 xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de amido de milho (maisena)
1 colher de café de fermento químico para bolo
2 gemas
1 colher de sopa de açúcar
1/2 colher de sopa de cachaça
1/2 colher de sopa de água
Cerca de 100 g de doce de leite

Glacê
3 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
1 colher de sopa de água quente

Peneire a farinha de trigo, o amido de milho e o fermento dentro de um recipiente, misture. Faça um buraco no centro dos ingredientes secos e coloque as gemas, o açúcar, a cachaça e a água. Vá levando os ingredientes secos para o centro - com colher ou com as mãos - e misture tudo muito bem, até formar uma massa homogênea. Se ficar muito grudenta (como a minha ficou), coloque mais um pouco de farinha de trigo. Cubra com um pano limpo e deixe descansar por 30 min. Após esse tempo, abra a massa em superfície enfarinhada, com rolo também enfarinhado (tudo bastante enfarinhado, pois a massa é grudentinha), e corte círculos de cerca de 5 cm de diâmetro. Os meus foram um pouco menores, pois usei um copinho para cortar. Com as duas mãos, estique cada círculo de massa, fazendo pressão no centro, para que fique ovalado e com o centro mais fino. Coloque os discos em uma assadeira untada com manteiga, fure cada um com um garfo e leve ao forno pré-aquecido a 200° C, até dourar (aqui foram uns 15 min). Depois de assados e frios, coloque uma colherzinha de doce de leite em cima de cada biscoito e alise.
Glacê: junte o açúcar e a água e misture até formar uma pastinha.
Montagem: regue cada biscoito coberto de doce de leite com o glacê. Deixe escorrer o excesso e secar, de preferência em uma grade.

Aviso a quem é sensível a cheiro de ovo: mesmo peneirando as gemas, como é muita gema para pouca massa, fica um cheiro de leve. Fiz meia receita, que rendeu pouco. Usei doce de leite argentino, que é mais escuro e encorpado, mas pode usar o doce de leite que quiser, contanto que seja firme.
-----------------------------------------------------------
A receita original das colaciones foi retirada do livro Cocina Argentina - Tradicional y Creativa (Pía Fendrik, editora V&R). 



HOLANDA

A culinária Holandesa é uma mistura de outras cozinhas do mundo com um toque de ingredientes holandeses, as principais influências são das cozinhas da Alemanha e da Indonésia. Produtos locais são muito usados nas receitas, como produtos lácteos, cereais, carnes, legumes e frutas, peixe e batatas são essenciais na gastronomia do país.

Stroopwafel
Stroopwafel
Stroopwafel
Um tipo de “Wafel”(tipo de biscoito) Holandês servido com Syrup (Caldo doce e melado)



A história e receita do stroopwafel



Stroopwafel, é a receita de biscoito mais antiga da Holanda, ela existe há vários séculos. É uma guloseima holandesa tradicional e, em geral, consumida pela manhã acompanhando café ou chá. O waffle de caramelo ou melado (stroopwafel), ainda é fabricado de maneira artesanal, nas feiras abertas, usando chapa de ferro à gás. Enquanto o cheiro exala pela feira, os fregueses se amontoam para adquirir uma porção fresquinha recém saída da chapa quente.

O stroopwafel tradicional é feito com uma bolacha fina de waffle cortada ao meio e recheada com um caramelo muito especial. A melhor maneira de saboreá-lo é à temperatura ambiente ou levemente aquecido no forno de microondas ou na borda da xícara de chá ou café quente.

A receita de stroopwafel é guardada como segredo e só é passada de pai pra filho, geração após geração. As melhores receitas são dificílimas de serem descobertas.

A receita começou por um padeiro da cidade de Gouda em 1784 que fazia waffles de farelos e os recheava com melado de caramelo. Na verdade, o stropwafel era o produto feito de restos, portanto era um biscoito muito popular entre os pobres.  Nessa época o biscoito era conhecido apenas em Gouda. Atualmente, cada padaria de Gouda tem sua própria receita. Dizem que cada holandês come aproximadamente 20 stroopwafels por ano.


Receita de stroopwafel -


Ingredientes para fazer os waffles:

250 gramas de farinha de trigo
125 gramas de manteiga derretida
75 gramas de açúcar cristal
1 ovo grande
25 gramas de fermento seco para pão (gist)
1 colher de sopa de água morna salgada

Ingredientes para o recheio de caramelo:

200 gramas de melado de cana
125 gramas de açucar mascavo
100 gramas de manteiga derretida
1 colher de chá de canela em pó

Modo de fazer os waffles:
Dissolva o fermento seco na água morna salgada.
Misture na farinha de trigo a manteiga, o açúcar, o ovo e por fim o fermento dissolvido. Misture bem todos os ingredientes e deixe descansar de 30 a 60 minutos. Enrole a massa e depois corte as bolinhas.
Coloque as bolinhas em uma grelha própria para fazer waffles com temperatura bem alta e feche a grelha. Deixe assar por uns 30 segundos. Abra a grelha para retirar o waffle e corte-o ao meio em duas fatias fininhas que deverão receber o recheio de caramelo.

Modo de fazer o recheio:

Derreta o açúcar mascavo na panela, coloque a manteiga, a canela em pó e o melado mexa bem até dar um ponto de calda mais encorpada.
Passo-a-passo para fazer stroopwafel:

depois de deixar a massa descansar corte as bolinhas

Coloque a bolinha da massa na grelha de fazer waffle com temperatura bem alta

Retire o waffle da grelha com cuidado

Se quiser, recorte-o com a forma redonda para deixá-lo bem aparadinho

Corte-o ao meio

Coloque o recheio de caramelo na parte interna da fatia

Cubra-o com a outra metade da fatia e está pronto!
Fotos: Daelmans Banke




ALEMANHA


Mehltoss (bolacha de farinha)

seis ovos,
30 colheres de açúcar
uma xícara de leite bem quente,
uma xícara de nata,
duas colheres de manteiga,
40 gramas de sal amoníaco (uma peculiaridade das bolachas do interior do RS)
farinha o quanto baste
Dissolver o sal amoníaco no leite quente e misturar todos os ingredientes, sovar e estender a massa, para recortá-la. Assar as bolachinhas, para depois decorá-las a gosto.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A PALAVRA E A FLECHA LANÇADA NÃO VOLTAM ATRÁS"

Um resumo do dilúvio e a arca de Noé até os dias de hoje.