Halloween evangélico? JesusWeen celebra Jesus no Dia das Bruxas, pastor Ciro comenta


Halloween evangélico? JesusWeen celebra Jesus no Dia das Bruxas, pastor Ciro comenta

PorLuana Santiago | Correspondente do The Christian Post

No mês de outubro onde muitos países comemoram o Halloween (Dia das bruxas), algumas igrejas evangélicas realizam festas similares, mas comemorando Jesus. O ato, no entanto, tem recebido críticas de alguns líderes evangélicos brasileiros.

jesusween
(Foto: Jesus Ween)
Iniciativa Global cristã comemora o Jesus Ween, celebração que substitui o Halloween no dia 31 de outubro.

O pastor Ciro Sanches fez críticas às igrejas que realizam tal comemoração, explicando como surgiu a data e o que celebra e propondo que se comemore a Reforma Protestante.
Ciro cita que alguns movimentos cristãos estão alterando o nome de Halloween para JesusWeen, promovendo no fim de outubro festividades similares decorando o ambiente com abóboras, e objetos característico da data.
Segundo ele, o Halloween celebra os espíritos de antepassados de alguns povos, atualmente popularizada tornando-se fonte de lucro para legistas em vários países.
Aos cristãos que estão usando a data para tornar possível uma participação evangélica, ou mesmo fazer evangelismo, o pastor Ciro sugere que os pastores ao invés disso, comemorem a a reforma protestante de Martinho Lutero ocorrida em 31 de outubro de 1517. De acordo com ele, esse seria “um motivo melhor para festejar”.
“Em vez de comemorarem o Dia das Bruxas, os pastores que se prezam deveriam se lembrar da Reforma Protestante", afirmou.


Sobre a reforma, o pastor Ciro explica que a reforma protestante foi um acontecimento importante porque devolveu ao povo a Bíblia que se havia perdido.
“Assim como muitos teólogos estão fazendo hoje, os católicos romanos haviam substituído a autoridade da Bíblia pela autoridade da igreja”.
Ciro Sanches desafia ainda os cristãos da atualidade, dizendo “Nesses tempos difíceis, em que muitos estão brincando com o pecado e até com festas satânicas, quantos cristãos sérios estão dispostos a protestar contra as heresias verificadas entre nós (2 Pe 2.1; At 20.28), à semelhança de Lutero?”
No site da iniciativa JesusWeen, os organizadores justificam o motivo de se fazer a comemoração, dizendo que aproveita a data muito popular nos EUA para evangelizar.
Assim como muitos vão a casa de vizinhos entregar presentes e solicitar doçes, os organizadores explicam que usa a oportunidade para divulgar a palavra de Deus. Segundo a iniciativa global, neste momento as pessoas então abertas a abrirem as portas de suas casas.
"Todos os anos, o mundo e seu sistema têm um dia reservado (31 de outubro) para celebrar imagens ímpias e personagens do mal enquanto os cristãos de todo o mundo participam, ocultam ou apenas ficam quietos no dia de Halloween. Sendo um dia que é amplamente aceitável para solicitar e bater nas portas, Deus inspirou-nos a encorajar os cristãos a usar este dia como uma oportunidade para difundir o Evangelho".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A PALAVRA E A FLECHA LANÇADA NÃO VOLTAM ATRÁS"

Um resumo do dilúvio e a arca de Noé até os dias de hoje.