Nabucodonosor


NABUCODONOSOR  II
Rei da Babilônia (hoje Irac)
632-562 a.C.
(70 anos)
Nabucodonosor II ou Nebucadrezar (em acadiano Nabu - cudurri-utsur) é o filho e sucessor do Rei Nabopolasar e governou durante 43 anos o Império Neo-babilónico, entre 604-562 a.C. Não deve ser confundido com Nabucodonosor I que foi governante 500 anos antes. É o mais conhecido governante do Império Neo-babilônico.
Casou-se em 612 a.C. com a filha de Ciáxares, rei da Média. Foi sucedido pelo seu filho Evil-Merodaque. Ficou famoso pela conquista do Reino de Judá e pela destruição de Jerusalém e seu Templo em 587 a.C., além de suas monumentais construções na cidade da Babilónia, entre elas os Jardins Suspensos da Babilônia, que ficou conhecido como uma das sete maravilhas do mundo antigo.
 JARDINS SUSPENSOS DA BABILÔNIA
Uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo
Mandado construir pelo Rei Nabucodonosor II

JARDINS SUSPENSOS DA BABILÔNIA
Maravilha da Caldéia - 580 a.C.

Trata-se de um grande edifício com terraços interligados por escadarias, erguendo-se em forma de anfiteatro, e onde eram cultivados estupendos jardins, embelezados com fontes e estátuas. Para a irrigação desses jardins, bombeavam-se as águas do rio Eufrates até o terraço mais alto.
Foi construído por Nabucodonosor como presente à sua esposa Semíramis.

Os jardins não eram propriamente suspensos. O efeito provinha do fato dos terraços se situarem em diversos planos. Calcula-se que estivessem apoiados em colunas, cuja altura variava de 25 a 100 metros, rodeadas de escadas de puro mármore.
Aproximadamente no ano de 606 AC, o Império Babilônico dominava o mundo de então. Nabucodonosor II, o rei deste império, havia subjugado o povo de Israel e muitos foram levados para o cativeiro. Dentre os cativos estava o jovem Daniel, da Tribo de Judá. Babilônia era uma cidade de beleza e luxo. Seus palácios e Jardins Suspensos se tornaram uma das sete maravilhas do mundo antigo. Era cercada por imensos muros e gigantescas portas, além de um profundo fosso rodeando os muros. Babilônia era considerada uma cidade inexpugnável. O Rio Eufrates cortava a cidade em diagonal, sob os muros, fertilizando os maravilhosos jardins. O território que Nabucodonosor II governava tinha tido uma longa e variada história e estado sob o governo de diferentes povos e reinos. De acordo com o Gênesis, a cidade de Babilônia foi parte do reino fundado por Nimrod, bisneto de Noé. Nabopolasar (626-605 ac) foi o fundador do que se chama o Império Caldeu ou Império Neo-Babilônico, o qual teve sua idade de ouro nos dias do rei Nabucodonosor II e durou até que Babilonia caiu nas mãos dos medos-persas no ano 539.

Nabucodonosor II se orgulhava de "sua Babilônia", que ele dizia ter criado por suas próprias mãos, com a força de seu poder, para glória de sua magnificência. Mas ele não se preocupava em como seria quando ele não fosse mais o governante.

Estátua do sonho do rei Nabucodonosor (Daniel 2), interpretado pelo profeta Daniel


O sonho da estátua e o seu significado, dado pelo profeta Daniel:

A ESTÁTUA
Cabeça de ouro:  Império Babilônico
Peito e braços de prata:  Império Medo-Persa (duplo, dois braços)
Ventre e coxas de bronze:  Império Grego
Pernas de ferro:  Império Romano - (duas pernas: Ocidente e Oriente)
Pés de ferro e argila:  Dez dedos (dos pés), representa dez povos primitivos que não se uniriam, assim como o ferro não se une à argila.


Os dez povos primitivos, foram os formadores da EUROPA:
01- ÁVAROS  =  Eurásios (Russos e Siberianos);
02- CELTAS  =  Galenses, Holandeses, Inglêses e Irlandeses;
03- ESLAVOS  =  Eslovacos, Eslovenos, Bosnianos, Búlgaros, Croatas, Macedônios, Montenegrinos, Romenos, Sérvios e Tchecos;
04- GAULESES  =  Belgas, Franceses e Monastéricos;
05- GERMÂNICOS  =  Alemães, Austríacos, Húngaros e Suiços;
06- HÉRULOS  =  Polakos e Pomerânos;
07- LOMBARDOS  =  Italianos;
08- NÓRDICOS  =  Dinamarqueses, Islandeses e Noruegueses;
09- OSTROGODOS  =  Godos e Visigodos (Espanhóis e Portuguêses);
10- SUEVOS  =  Finlandeses e Suecos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A PALAVRA E A FLECHA LANÇADA NÃO VOLTAM ATRÁS"

Um resumo do dilúvio e a arca de Noé até os dias de hoje.