AS ESPOSAS PAGÃS DE SALOMÃO

 
 
1 Reis 11:1,2 E o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, além da filha de Faraó: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e hetéias,
Das nações de que o Senhor tinha falado aos filhos de Israel: Não chegareis a elas, e elas não chegarão a vós; de outra maneira perverterão o vosso coração para seguirdes os seus deuses. A estas se uniu Salomão com amor.
 Um lugar alto - Ou seja, um altar no lugar alto, como é costume dos pagãos era. O morro - No Monte das Oliveiras, que estava próxima a Jerusalém, a partir deste ato foi chamado de monte da corrupção, 2 Reis 2 Rs 23:13 O rei profanou também os altos que estavam defronte de Jerusalém, à mão direita do monte de Masite, os quais edificara Salomão, rei de Israel, a Astarote, a abominação dos sidônios, e a Quemós, a abominação dos moabitas, e a Milcom, a abominação dos filhos de Amom.
Assim disse o SENHOR a Salomão: Pois que houve isto em ti, que não guardaste a minha aliança e os meus estatutos que te mandei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo.
As mulheres influenciaram e mudaram drasticamente a vida e a carreira de Salomão, o Rei de Israel. Ele subiu ao trono quando a nação estava no auge de seu poder, livre de ameaças externas e bem organizada internamente. Sua grande riqueza e sabedoria extraordinária uma visão inigualável da vida elevaram-no á mais destacada posição internacional. Durante o reinado de Salomão, porém, Israel começou a se desestruturar por causa de sua desobediência principalmente em uma área- seus vários casamentos com mulheres estrangeiras. Por sua insensatez mostra sua falta de consideração para com a advertência mosaica de Deus contra o casamento com idólatras ( Dt. 7:1-4 e 17:17) . Uniões diplomáticas entre as dinastias dos vários reinos eram comuns no antigo Oriente Próximo, como meio de ratificação de tratados, mas a multiplicação das esposas real é proibido em Deut. 17:17. Além disso, houve proibições contra casando com mulheres estrangeiras na terra de Israel foi a possuir (Ex. 34:16, Deut. 7:1-4; Josh. 23:12, 13).
ÈPOCA
Havia no harém real setecentas esposas e trezentas concubinas. A dureza de coração de Salomão para com o Senhor parece ter crescido de maneira diretamente proporcional à sua compulsão por mulheres, ( 1 Rs. 11:9,10) Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão; porquanto desviara o seu coração do Senhor Deus de Israel, o qual duas vezes lhe aparecera.
E acerca deste assunto lhe tinha dado ordem que não seguisse a outros deuses; porém não guardou o que o Senhor lhe ordenara. Alguns casamentos de Salomão foram jogadas políticas; o rei estava fazendo alianças com os países vizinhos. Ele se casou com a filha de Faraó, e construiu um palácio para ela; receber a cidade de Gezes como dote da princesa ( 1 Rs: 9:16) garantindo a amizade do Egito. Contudo ele continuou a se casar com mulheres estrangeiras mesmo bem depois de passada a necessidade política. Essas mulheres eram idólatras, adoravam Astarote, a deusa (cuja adoração incluía a prostituição cultual), (essa prostituição era sacerdotisas que ficavam no templo, quando homens queriam prosperidade ou favores dos deuses, se deitavam com elas, seria como um pacto com os deuses) hoje seria ir no centro de macumba e levar oferendas. E Malcã (cuja adoração, algumas vezes envolvia o sacrifício de crianças).
As esposas de Salomão incentivaram-no a construir santuários para deuses estrangeiros em Israel (Dt 4:15-20) o que acabou, mais tarde, destruindo e dispersando a nação. Não apenas Salomão foi desviado, mas também toda sua família acabou corrompida, pois seus filhos não foram ensinados a guardar as leis de Deus.
SITUAÇÃO
O homem, quando se casa, quer ter uma vida sexual ativa e realizada. Por quê? Porque foi Deus, o Criador do Universo, quem criou a vida sexual do homem e da mulher. Sexo não é só para procriação, para ter filhos, mas é a união das almas de duas pessoas casadas. E por que eu disse: Casadas? Porque sexo fora do casamento é uma porta para o inferno. Quando Deus estabeleceu a vida conjugal, a estabeleceu para um casal, casado. Sexo, na Bíblia, é algo natural, como um copo de água. Vê que a própria Bíblia diz em Hebreus 13:4: Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros. Deus, o Criador, sabia exatamente o tipo de companheira que o homem precisava. Deus, o Criador, o Soberano, criou, misteriosamente, uma majestosa e maravilhosa criatura chamada: Mulher, para que ela se tornasse a perfeita companheira do homem.
SOFRIMENTO
O sofrimento dessas mulheres, não podiam sair, ter uma vida normal, a competição deveria ser grande, as esposas tinham seus templos e palácios uma vida relativamente livres, eram mais manipuladoras, mas mesmo assim não tinham seu marido só para elas, e seus filhos então? Ser criado junto com os filhos das outras esposas, não é fácil ter que dividir seu marido com outas não é? E elas tinham que aceitar pois era costume da época, tinham que esperar o marido chamar para passar a noite com elas. E as concubinas? pior ainda ! elas ficavam no mesmo ambiente sendo vigiadas pelos eunucos( homens castrados para servir as mulheres do rei) que vida dessas mulheres carentes de afetos. Não podiam desabafar com ninguém, não tinham com quem desabafar se aconselhar, carregavam seus desafetos um fardo pesado pelo destino que lhe foi imposto, apesar do privilégio de serem rainhas sem Jesus é impossível dividir a carga, ser consolada, amada completamente.
SUA ALEGRIA
 Acho que não havia muita alegria no meio delas, eram 700 esposas, mas creio que Seria seus filhos, filho é sempre uma alegria, mas tinha também no meio delas aquelas que não podia ter filhos ou não coincidia nos dias férteis de estarem com o marido, mas tinham o consolo de terem suas famílias protegidas pelo Rei, a alegria dessas eram saber que as pessoas que amavam estavam sendo acolhidas e protegidas, isso já seria uma grande alegria, as esposas se preenchiam com coisas supérfluas, muitas mulheres são felizes assim, colocam coisas no lugar de pessoas.
LIÇÃO
No casamento em jugo desigual a nossa integridade pessoal e da Igreja de Cristo correm mais riscos do que em qualquer outro tipo de relacionamento. Sim, você entendeu bem! Sua vida espiritual e o crescimento do Reino de Deus são extremamente afetados por casamentos em jugo desigual.
O que significa a expressão jugo desigual? O que é jugo? Entender a figura usada por Paulo, nos fará começar a vislumbrar a seriedade desta ordem. Jugo é uma peça feita de madeira que é utilizada para unir dois animais, para que andem no mesmo compasso enquanto puxam um arado ou uma carroça. É também chamada de canga ou junta de bois. Calvino nos explica a metáfora:
“A palavra empregada por Paulo significa “estar ligado simultaneamente, lado a lado, na mesma canga”, e a metáfora é tomada de bois ou cavalos que têm de andar juntos na mesma paz e compartilhar da mesma obra, porque estão firmemente presos à mesma canga.” (Comentários de João Calvino em 2 Coríntios)
Quando dois animais são presos no mesmo jugo, eles precisam andar em acordo, na mesma direção, para que o trabalho que lhes foi imposto prospere. Uma mulher que se casa com um homem ímpio, quebra um dos grandes objetivos do casamento: auxiliar um ao outro na luta contra o mundo, o diabo e a carne, para que ambos possam atravessar este deserto cheio de perigos, armadilhas e serpentes abrasadoras, para chegarem sãos e salvos na terra prometida, na Canaã celestial, no nosso destino final. ESTE é propósito do auxílio mútuo! Dois crentes, unidos pelos laços mais íntimos que existem, se ajudando na luta contra o pecado, para a glória de Deus. O casamento em jugo desigual, portanto, torna esta jornada solitária e perigosa: A dificuldade de se submeter: se meu marido for um homem ímpio, que não teme ao Senhor, eu devo me submeter a ele? Mas ele quer que eu esteja na mesma roda de amigos dele, ele quer trazer aqueles homens impuros para jantar em casa com meus filhos, ele tem uma estátua de Aparecida e quer colocar na estante!  Fica fazendo churrasco no domingo e quer que eu esteja presente, eu quero ir para a igreja e não posso minha casa esta sempre com visita. Pois é… estas e milhares de outras situações me provarão todos os dias o quanto fui tola ao não dar ouvidos às Escrituras! Não obstante, o mandamento do Senhor para que eu seja uma esposa submissa continua de pé. Ele não é abolido pelo fato do esposo ser um ímpio. Dá para imaginar as dificuldades que serão enfrentadas e a dor que se arrastará por toda a vida? Se casar em jugo desigual significa levar toda a carga de busca por santidade pessoal e no relacionamento sozinha!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A PALAVRA E A FLECHA LANÇADA NÃO VOLTAM ATRÁS"

Um resumo do dilúvio e a arca de Noé até os dias de hoje.