quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O homem de Deus destrói as forças do mal

O homem de Deus destrói as forças do mal


Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso





Quando Daniel terminou o jejum e o pranto de vinte e um dias, o anjo do Senhor veio até ele e lhe disse que o príncipe do reino da Pérsia, ou seja, um principado do inferno, havia-lhe resistido por vinte e um dias, e que outro anjo, Miguel, um dos primeiros príncipes, tinha vindo para ajudá-lo. Assim ele obteve então a vitória sobre os reis da Pérsia (Daniel 10).

Ezequiel 6


Ezequiel 6

 
 

E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Filho do homem, dirige o teu rosto para os montes de Israel, e profetiza contra eles.
E dirás: Montes de Israel, ouvi a palavra do Senhor DEUS: Assim diz o Senhor DEUS aos montes, aos outeiros, aos ribeiros e aos vales: Eis que eu, sim eu, trarei a espada sobre vós, e destruirei os vossos lugares altos.
E serão assolados os vossos altares, e quebradas as vossas imagens do sol e derrubarei os vossos mortos, diante dos vossos ídolos.
E porei os cadáveres dos filhos de Israel diante dos seus ídolos; e espalharei os vossos ossos em redor dos vossos altares.
Em todos os vossos lugares habitáveis, as cidades serão destruídas, e os lugares altos assolados; para que os vossos altares sejam destruídos e assolados, e os vossos ídolos se quebrem e se acabem, e as vossas imagens sejam cortadas, e desfeitas as vossas obras.
E os mortos cairão no meio de vós, para que saibais que eu sou o SENHOR.
Porém deixarei um remanescente, para que tenhais entre as nações alguns que escaparem da espada, quando fordes espalhados pelas terras.
Então os que dentre vós escaparem se lembrarão de mim entre as nações para onde foram levados em cativeiro; porquanto me quebrantei por causa do seu coração corrompido, que se desviou de mim, e por causa dos seus olhos, que andaram se corrompendo após os seus ídolos; e terão nojo de si mesmos, por causa das maldades que fizeram em todas as suas abominações.
E saberão que eu sou o SENHOR, e que não disse debalde que lhes faria este mal.
Assim diz o Senhor DEUS: Bate com a mão, e bate com o teu pé, e dize: Ah! Por todas as grandes abominações da casa de Israel! Porque cairão à espada, e de fome, e de peste.
O que estiver longe morrerá de peste, e o que está perto cairá à espada; e o que restar e ficar cercado morrerá de fome; assim cumprirei o meu furor sobre eles.
Então sabereis que eu sou o SENHOR, quando os seus mortos estiverem no meio dos seus ídolos, em redor dos seus altares, em todo o outeiro alto, em todos os cumes dos montes, e debaixo de toda a árvore verde, e debaixo de todo o carvalho frondoso, no lugar onde ofereciam cheiro suave a todos os seus ídolos.
E estenderei a minha mão sobre eles, e farei a terra desolada, e mais devastada do que o deserto do lado de Dibla, em todas as suas habitações; e saberão que eu sou o SENHOR. 
Resposta do Senhor. 1º dia de orações.

Classificação de países por perseguição


Classificação de países por perseguição


CONFIRA A NOVA CLASSIFICAÇÃO DE PAÍSES POR PERSEGUIÇÃO!

Todos os anos, a Portas Abertas publica uma lista com os os 50 países mais opressores ao cristianismo. Em 2012, os cinco países onde é mais difícil viver como cristão são:
1. Coreia do Norte
2. Afeganistão
3. Arábia Saudita
4. Somália
5. Irã

Faça  o download do mapa abaixo e entregue para seus amigos, coloque no mural de sua igreja. Divulgue a causa daqueles que pagam um alto preço somente porque escolheram seguir a fé cristã.

A Portas Abertas desenvolveu a Classificação de países por perseguição com base em suas experiências de campo, pois precisava de algum padrão para comparar a situação da Igreja cristã em ários países. Por exemplo: como comparar a perseguição na China com a da Arábia Saudita? Esse padrão precisava ser o mais objetivo possível. E a Classificação tornou possível distinguir situações e delinear prioridades para ações e projetos. Esse é o valor fundamental do levantamento: uma forma de determinar onde a necessidade é mais urgente.

O trabalho é renovado todos os anos pelo departamento de pesquisa da Portas Abertas Internacional e visa fundamentar as ações empreendidas no campo. Embora os métodos empregados na confecção da Classificação procurem ser o mais fidedignos possível, a lista não tem a pretensão de ser vista como um trabalho acadêmico strictu sensu. Desse modo, a Portas Abertas recomenda aos usuários que tomem a Classificação mais como um elemento de mobilização e conscientização do que como um relatório acadêmico.

Como a Classificação é formada


Ao chegar a um país, a Portas Abertas procura os cristãos locais e lhes pergunta como pode ajudá-los. Em 95% dos casos, esses cristãos pedem oração. O segundo pedido sempre é por Bíblias, materiais de estudo e treinamento. 

A Portas Abertas seleciona os países que irá ajudar a partir dos seguintes critérios:


• A Igreja local pode extinguir-se caso não haja ajuda externa 
• A obtenção de Bíblias não é possível por meios oficiais 
• Existe possibilidade logística (condições de transporte, armazenagem e distribuição dos materiais) 
• O país está em localização estratégica e recebeu a solicitação de irmãos locais
A Portas Abertas não atua nos 90 países pesquisados. Também não são necessariamente desenvolvidos projetos nos 50 países da lista, mas dentre os 90 países, cerca de 50 possuem projetos de campo sendo desenvolvidos pela Portas Abertas.
Atualmente, a pesquisa é realizada por meio de alguns contatos, mas a Portas Abertas Internacional está em vias de obter o apoio de um órgão externo que endossará a lista. A Classificação hoje é o resultado de um questionário específico, desenvolvido com perguntas padronizadas sobre:

• A situação legal dos cristãos no país 
• A atitude do regime político em relação à comunidade cristã 
• A liberdade da Igreja para organizar eventos 
• O papel da Igreja na sociedade 
• O tratamento de cristãos considerados individualmente 
• Outros fatores limitadores da vida de igrejas e cristãos. 
As respostas a essas questões oferecem um bom vislumbre sobre a falta de liberdade de opção religiosa e prática da fé. Há 49 questões desse tipo para serem respondidas. São perguntas de múltipla escolha e a cada resposta é atribuída uma avaliação em pontos.
Quanto mais pontos um país recebe, pior a situação. Dessa forma, a Portas Abertas resolveu o problema de comparar países entre si e montou uma lista com maior objetividade. Com uma rede internacional de informantes, a organização publica uma atualização da lista todos os anos.
Os dados são coletados por meio de alguns contatos:

• As igrejas locais nos países onde há perseguição, a fonte mais importante de informações 
• As bases de projeto, que informam sobre os países onde trabalham 
• Especialistas em várias áreas de conhecimento nesses países 
• Viajantes, que são convidados a colaborar com suas impressões sobre a situação atual do país
• Funcionários da Portas Abertas Internacional, que levam o questionário em suas viagens e pedem a diversos contatos que o preencham.
O procedimento é executado desde 1993. Desde janeiro de 2003 a Classificação de países por perseguição é atualizada uma vez ao ano.

 Fonte: http://www.portasabertas.org.br/cristaosperseguidos/classificacao/

Dia de Oração pela Paz de Jerusalém


               Dia de Oração pela Paz de Jerusalém
















Domingo, 07 de Outubro, é o Dia de Oração mundial por Jerusalém. A Terra Santa  será lembrado em mais de 175 países


A reunião anual do “Dia de Oração pela Paz de Jerusalém” ocorre no primeiro Domingo de Outubro e reúne milhões de pessoas que desejam interceder pela Cidade Santa. Este ano, o objetivo é realizar o maior evento de oração da história, segundo os organizadores.
“É a maior iniciativa de oração com foco em Jerusalém da história, com mais de 1.400 líderes cristãos apoiando e mais de 300.000 congregações participantes em mais de 175 países. Isso inclui as igrejas clandestinas da China e de sete países muçulmanos”, explicou Miriam Rodlyn Park global, uma das coordenadoras do evento.
A organização começou esse tipo de reunião em 2002, com os principais líderes políticos e religiosos de Israel e dos Estados Unidos, gerando o movimento mundial que se tornou hoje.
“A primeira resposta em qualquer situação é sempre a oração. Ou seja, os cristãos ao redor do mundo, de todas as denominações e idades, estão se mobilizando para orar pela paz de Jerusalém. Embora outras atividades sejam produtivas e importantes, a oração é o fundamento e o poder por trás qualquer mudança real para o bem”, ressaltou Park.
Dave Butts, responsável pelo Comitê de Oração América, acrescentou: “Não há nenhuma chamada mais urgente a todo o corpo de Cristo que o Dia de Oração pela Paz de Jerusalém. Este movimento de oração combina a dinâmica das manchetes de amanhã com o imperativo de orar baseados na Palavra de Deus”.
O evento também está sendo auxiliado pelo Eagle’s Wings [Asas de Águia], um ministério cristão global cuja missão é construir pontes entre as comunidades de fé, e “trazer ao mundo a mensagem de esperança que vem do Deus de amor, treinar a próxima geração de líderes cristãos, além de unir e capacitar os crentes a fazer uma diferença positiva no mundo ao seu redor”.
O material disponível no site do evento, DayToPray.com, insiste que é importante apoiar Israel, porque em seu início, a Igreja era totalmente judaica, e assim permaneceu até que o Evangelho começou a se espalhar pelo mundo.
“A Escritura declara que chegará um momento em que todas as nações do mundo vão se voltar contra Israel. É altamente provável que isso possa acontecer em nosso tempo, algo fundamental para entendermos por que devemos ficar ao lado de Israel hoje”, acrescenta o site.
O site Daytopray.com oferece ainda informações sobre como os indivíduos e as organizações podem se envolver no evento de oração de 7 de Outubro.

Fonte: Gospel Prime - Traduzido de The Christian Post

Maquiagem no transporte público

Hoje quero falar sobre uma situação muito corriqueira que vem acontecendo no transporte público: a maquiagem. É proibido fazer maquiagem no...