sábado, 20 de outubro de 2012

Deuteronômio 2 - Jornadas no deserto

Jornadas no deserto

 

 

1 Depois viramo-nos, e caminhamos para o deserto, pelo caminho do Mar Vermelho, como o Senhor me tinha dito, e por muitos dias rodeamos o monte Seir.
2 Então o Senhor me disse:
3 Basta de rodeardes este monte; virai-vos para o norte.
4 Dá ordem ao povo, dizendo: Haveis de passar pelo território de vossos irmãos, os filhos de Esaú, que habitam em Seir; e eles terão medo de vós. Portanto guardai-vos bem;
5 não contendais com eles, porque não vos darei da sua terra nem sequer o que pisar a planta de um pé; porquanto a Esaú dei o monte Seir por herança.
6 Comprareis deles por dinheiro mantimento para comerdes, como também comprareis deles água para beberdes.
7 Pois o Senhor teu Deus te há abençoado em toda obra das tuas mãos; ele tem conhecido o teu caminho por este grande deserto; estes quarenta anos o Senhor teu Deus tem estado contigo; nada te há faltado.
8 Assim, pois, passamos por nossos irmãos, os filhos de Esaú, que habitam em Seir, desde o caminho da Arabá de Elate e de Eziom-Geber: Depois nos viramos e passamos pelo caminho do deserto de Moabe.
9 Então o Senhor me disse: Não molestes aos de Moabe, e não contendas com eles em peleja, porque nada te darei da sua terra por herança; porquanto dei Ar por herança aos filhos de Ló.
10 (Antes haviam habitado nela os emins, povo grande e numeroso, e alto como os anaquins;
11 eles também são considerados refains como os anaquins; mas os moabitas lhes chamam emins.
12 Outrora os horeus também habitaram em Seir; porém os filhos de Esaú os desapossaram, e os destruíram de diante de si, e habitaram no lugar deles, assim come Israel fez à terra da sua herança, que o Senhor lhe deu.)
13 Levantai-vos agora, e passai o ribeiro de Zerede. Passamos, pois, o ribeiro de Zerede.
14 E os dias que caminhamos, desde Cades-Barnéia até passarmos o ribeiro de Zerede, foram trinta e oito anos, até que toda aquela geração dos homens de guerra se consumiu do meio do arraial, como o Senhor lhes jurara.
15 Também foi contra eles a mão do Senhor, para os destruir do meio do arraial, até os haver consumido.
16 Ora, sucedeu que, sendo já consumidos pela morte todos os homens de guerra dentre o povo,
17 o Senhor me disse:
18 Hoje passarás por Ar, o limite de Moabe;
19 e quando chegares defronte dos amonitas, não os molestes, e com eles não contendas, porque nada te darei da terra dos amonitas por herança; porquanto aos filhos de Ló a dei por herança.
20 (Também essa é considerada terra de refains; outrora habitavam nela refains, mas os amonitas lhes chamam zanzumins,
21 povo grande e numeroso, e alto como os anaquins; mas o Senhor os destruiu de diante dos amonitas; e estes, tendo-os desapossado, habitaram no lugar deles;
22 assim como fez pelos filhos de Esaú, que habitam em Seir, quando de diante deles destruiu os horeus; e os filhos de Esaú, havendo-os desapossado, habitaram no lugar deles até hoje.
23 Também os caftorins, que saíram de Caftor, destruíram os aveus, que habitavam em aldeias até Gaza, e habitaram no lugar deles.)
24 Levantai-vos, parti e passai o ribeiro de Arnom; eis que entreguei nas tuas mãos a Siom, o amorreu, rei de Hesbom, e à sua terra; começa a te apoderares dela, contendendo com eles em peleja.
25 Neste dia começarei a meter terror e medo de ti aos povos que estão debaixo de todo o céu; os quais, ao ouvirem a tua fama, tremerão e se angustiarão por causa de ti.

A derrota do rei Siom de Hesbom

26 Então, do deserto de Quedemote, mandei mensageiros a Siom, rei de Hesbom, com palavras de paz, dizendo:
27 Deixa-me passar pela tua terra; somente pela estrada irei, não me desviando nem para a direita nem para a esquerda.
28 Por dinheiro me venderás mantimento, para que eu coma; e por dinheiro me darás a água, para que eu beba. Tão-somente deixa-me passar a pé,
29 assim como me fizeram os filhos de Esaú, que habitam em Seir, e os moabitas que habitam em Ar; até que eu passe o Jordão para a terra que o Senhor nosso Deus nos dá.
30 Mas Siom, rei de Hesbom, não nos quis deixar passar por sua terra, porquanto o Senhor teu Deus lhe endurecera o espírito, e lhe fizera obstinado o coração, para to entregar nas mãos, como hoje se vê.
31 Disse-me, pois, o Senhor: Eis aqui, comecei a entregar-te Siom e a sua terra; começa, pois, a te apoderares dela, para possuíres a sua terra por herança.
32 Então Siom nos saiu ao encontro, ele e todo o seu povo, à peleja, em Jaza;
33 e o Senhor nosso Deus no-lo entregou, e o ferimos a ele, e a seus filhos, e a todo o seu povo.
34 Também naquele tempo lhe tomamos todas as cidades, e fizemos perecer a todos, homens, mulheres e pequeninos, não deixando sobrevivente algum;
35 somente tomamos por presa o gado para nós, juntamente com o despojo das cidades que havíamos tomado.
36 Desde Aroer, que está à borda do vale do Arnom, e desde a cidade que está no vale, até Gileade, nenhuma cidade houve tão alta que de nós escapasse; tudo o Senhor nosso Deus no-lo entregou.
37 Somente à terra dos amonitas não chegastes, nem a parte alguma da borda do ribeiro de Jaboque, nem a cidade alguma da região montanhosa, nem a coisa alguma que o Senhor nosso Deus proibira.

Deus te abençoe sempre

Jovem leiloando sua virgindade pode ficar ligada espiritualmente ao parceiro até morrer, comenta Sarah Sheeva


Jovem leiloando sua virgindade pode ficar ligada espiritualmente ao parceiro até morrer, comenta Sarah Sheeva.

PorAndrea Madambashi | Repórter do The Christian Post

A brasileira Catarina Migliorini, de 20 anos, que está leiloando a sua virgindade, está causando grande polêmica em âmbito nacional e internacional, com diversos líderes cristãos e grupos pró-família expressando grande indignação sobre o caso.

catarina
  • (Foto: http://www.facebook.com/VirginsWanted)
  • Catarina, brasileira que está leiloando sua virgindade para o documentário "Virgins Wanted" do diretor australiano Justin Sisely.

A pastora Sarah Sheeva comentou o caso ao The Christian Post e explicou as possíveis consequências disso a partir de um ponto de vista espiritual.
"Quem acredita nas Escrituras sabe que ela revela que o sexo é uma aliança que vai muito além do corpo físico, é uma aliança espiritual. O que vai acontecer é que espiritualmente essa jovem vai estar ligada com o homem que ela fizer sexo até morrer, ligada espiritualmente, não emocionalmente, mesmo sem ter sentimentos por ele, porque o sexo tem o poder de fazer isso (espiritualmente) com as pessoas. Mesmo que não queiramos, o sexo tem essa consequência espiritual”, disse Sarah Sheeva ao CP.
A pastora explica também que “a menos que ela tenha uma verdadeira experiência com Jesus, a aliança sexual não poderá ser quebrada”.
“O sexo tem uma parte que não pode ser lavada com um simples banho com água e sabão, porque ele vai muito além do corpo físico. Só o sangue de Jesus Cristo pode limpar e quebrar alianças desse tipo, que além do corpo físico, também envolvem o corpo espiritual.”
“É por esse motivo, por causa de alianças sexuais, que muitas pessoas se sentem presas a pessoas de seus passados, pois essas alianças são espirituais", acrescentou ela.
Catarina é estudante de educação física e trancou a faculdade para participar do projeto de documentário "Virgins Wanted" dirigido pelo australiano Justin Sisely, que veio recrutando virgens por mais de um ano.
Catarina revelou recentemente que ela decidiu fazer não somente por negócios mas para ajudar também a entidades de caridade, em Santa Catarina.
A pastora Sarah Sheeva, que é escritora e conhecida por pregar sobre relacionamentos e abstinência sexual antes do casamento, acredita que Catarina talvez não tenha consciência do valor dela.
“Ao que parece, ela talvez não tenha fé num relacionamento e casamento, não criando esperança e expectativa, ou não sonhando com uma família”, disse Sarah Sheeva ao CP, tentando compreender o lado de Catarina.
Sarah Sheeva, que recentemente realizou o Culto das Princesas em Nova Jersey, EUA, explicou que a atitude de Catarina em vender a sua virgindade pode estar refletindo seu estado emocional, talvez até uma decepção, e que ela talvez não acredite que um homem possa vir a valorizar a sua virgindade.
"Todas as atitudes que nós temos são baseadas no que nós acreditamos. Para ela chegar a vender a virgindade é porque ela
acredita (ou não acredita) em algo ligado a virgindade, e aos relacionamentos sentimentais e sexuais. Provavelmente ela NÃO acredita que possa um dia ser amada ou que valha a pena ela guardar sua virgindade para um homem”, disse a pastora.
Em declarações anteriores, Catarina afirmou que vê o leilão de sua virgindade como um negócio.
“Vejo isso como um negócio. Tenho a oportunidade de viajar, fazer parte de um filme e conseguir uma gratificação com isso”, disse Catarina.
Ela receberá 20 mil dólares australianos (aproximadamente R$ 42,6 mil) e mais 90% do valor ofertado.
Considerando a fé daqueles que acreditam no valor da virgindade e seguem os princípios bíblicos, a pastora Sheeva expressou indignação sobre o fato de que o sexo seja utilizado como "algo descartável".
"A Bíblia fala que o mundo está perdido. E o comportamento dessa jovem é a prova disso. Até que ponto chegamos na humanidade?
A ponto de uma jovem não só vender sua virgindade, mas usar isso como promoção, e lidar com o sexo como se ele fosse descartável".
De acordo com ela, para os que conhecem a Bíblia - tem entendimento espiritual - a situação de Catarina está sendo um "escândalo". Mas a pastora entende que Catarina tenha assim decidido por aparentemente não possuir o mesmo entendimento espiritual do que o sexo pode fazer com as pessoas (no âmbito espiritual, e não físico).
“Ela não tem esse entendimento espiritual, por isso ela está tratando o sexo como algo que água e sabão lavam".
"Não falamos pela questão moral, mas pelo âmbito espiritual do que o sexo pode fazer e isso tem a ver com fé (....). A Bíblia diz que para os que não creem, a Palavra de Deus é loucura", acrescentou.
Catarina justifica sua decisão apontando que, "muita gente encontra desconhecidos nos bares, transa na mesma noite e nem lembra mais no outro dia; outros perdem a virgindade com namorados e depois as coisas mudam".
Outros líderes cristãos também se pronunciaram sobre o caso com grande indignação.
O pastor Jaime Kemp, doutor em ministério da família que orienta a juventude brasileira, disse recentemente ao The Christian Post que se entristeceu com a notícia e chamou isso de “abuso”.
“É usar e abusar de uma menina”. “Estamos usando e abusando de uma pessoa ou de um grupo de pessoas. É triste!” disse ele ao CP.

Hollywood investe milhões em produções de filmes Bíblicos

Hollywood investe milhões em produções de filmes Bíblicos

Por Luana Santiago | Correspondente do The Christian Post

Hollywood decide investir em filmes do Novo e Velho Testamento. De acordo com o Cinemax, o motivo seria a facilidade de entendimento do roteiro pelo público e o menor custo para adaptar uma história de domínio público do que pagar valor na casa dos milhões de dólares em direitos de autor.

Filmes Bíblicos
(Foto:Divulgação) 
Hollywood produz Filmes Bíblicos
Recentemente, o ator e produtor de alguns dos maiores filmes dos últimos anos, Will Smith em parceria com a Sony divulgou planos de dirigir, estrelar e produzir um épico bíblico de Caim e Abel. No livro de Gênesis capítulo 4, Caim e Abel fundamentam aquilo que teria sido o primeiro homicídio da história da humanidade.
Outros estúdios seguem a linha de produção que promete milhões em bilheteria e anunciam uma série de lançamentos baseados em história do livro Sagrado.
A história de Noé é mais uma que vai para as telas de cinema previsto para ser lançado em 2014, produzido pelo estúdio Paramount e o diretor Darren Aronofsky que dirigiu ‘Cisne Negro’ e ‘O lutador’.
Segundo o site Screenrant, a história está sendo orçada como um empreendimento de US $ 130 milhões de dólares. Trata-se de um homem mandado por Deus para salvar a existência de espécies em uma dilúvio.
A Warner Bros também prevê a produção de ‘Gods and Kings’, roteiro que aborda a vida de Moisés, ainda pela Warner, segundo informou o Cinemax. Recentemente, também foi divulgado a aquisição de um projeto intitulado "Poncio Pilatos".


E finalmente a Fox produzirá o "Exodus", sobre a viagem do povo judeu do Egito para a Terra Prometida, que será dirigido provavelmente pelo diretor Ridley Scott.
Os filmes Bíblicos tiveram sua época de grande sucesso no período da segunda guerra mundial, porém com a diversificação de gêneros como filmes de ação, super herois e futurísticos os filmes baseados em história Bíblicas parecem ter ficado esquecidos.

Disk-emergência

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita

Halloween evangélico? JesusWeen celebra Jesus no Dia das Bruxas, pastor Ciro comenta


Halloween evangélico? JesusWeen celebra Jesus no Dia das Bruxas, pastor Ciro comenta

PorLuana Santiago | Correspondente do The Christian Post

No mês de outubro onde muitos países comemoram o Halloween (Dia das bruxas), algumas igrejas evangélicas realizam festas similares, mas comemorando Jesus. O ato, no entanto, tem recebido críticas de alguns líderes evangélicos brasileiros.

jesusween
(Foto: Jesus Ween)
Iniciativa Global cristã comemora o Jesus Ween, celebração que substitui o Halloween no dia 31 de outubro.

O pastor Ciro Sanches fez críticas às igrejas que realizam tal comemoração, explicando como surgiu a data e o que celebra e propondo que se comemore a Reforma Protestante.
Ciro cita que alguns movimentos cristãos estão alterando o nome de Halloween para JesusWeen, promovendo no fim de outubro festividades similares decorando o ambiente com abóboras, e objetos característico da data.
Segundo ele, o Halloween celebra os espíritos de antepassados de alguns povos, atualmente popularizada tornando-se fonte de lucro para legistas em vários países.
Aos cristãos que estão usando a data para tornar possível uma participação evangélica, ou mesmo fazer evangelismo, o pastor Ciro sugere que os pastores ao invés disso, comemorem a a reforma protestante de Martinho Lutero ocorrida em 31 de outubro de 1517. De acordo com ele, esse seria “um motivo melhor para festejar”.
“Em vez de comemorarem o Dia das Bruxas, os pastores que se prezam deveriam se lembrar da Reforma Protestante", afirmou.


Sobre a reforma, o pastor Ciro explica que a reforma protestante foi um acontecimento importante porque devolveu ao povo a Bíblia que se havia perdido.
“Assim como muitos teólogos estão fazendo hoje, os católicos romanos haviam substituído a autoridade da Bíblia pela autoridade da igreja”.
Ciro Sanches desafia ainda os cristãos da atualidade, dizendo “Nesses tempos difíceis, em que muitos estão brincando com o pecado e até com festas satânicas, quantos cristãos sérios estão dispostos a protestar contra as heresias verificadas entre nós (2 Pe 2.1; At 20.28), à semelhança de Lutero?”
No site da iniciativa JesusWeen, os organizadores justificam o motivo de se fazer a comemoração, dizendo que aproveita a data muito popular nos EUA para evangelizar.
Assim como muitos vão a casa de vizinhos entregar presentes e solicitar doçes, os organizadores explicam que usa a oportunidade para divulgar a palavra de Deus. Segundo a iniciativa global, neste momento as pessoas então abertas a abrirem as portas de suas casas.
"Todos os anos, o mundo e seu sistema têm um dia reservado (31 de outubro) para celebrar imagens ímpias e personagens do mal enquanto os cristãos de todo o mundo participam, ocultam ou apenas ficam quietos no dia de Halloween. Sendo um dia que é amplamente aceitável para solicitar e bater nas portas, Deus inspirou-nos a encorajar os cristãos a usar este dia como uma oportunidade para difundir o Evangelho".

Ler a bíblia mata...

CARINHO DE DEUS

Daniel 9:20 a 27 - As setenta semanas






As setenta semanas

20 Enquanto estava eu ainda falando e orando, e confessando o meu pecado, e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do Senhor, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus,
21 sim enquanto estava eu ainda falando na oração, o varão Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente, e tocou-me à hora da oblação da tarde.
22 Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, vim agora para fazer-te sábio e entendido.
23 No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, pois és muito amado; considera, pois, a palavra e entende a visão.
24 Setenta semanas estão decretadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o santíssimo.
25 Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém até o ungido, o príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; com praças e tranqueiras se reedificará, mas em tempos angustiosos.
26 E depois de sessenta e duas semanas será cortado o ungido, e nada lhe subsistirá; e o povo do príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até o fim haverá guerra; estão determinadas assolações.
27 E ele fará um pacto firme com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador; e até a destruição determinada, a qual será derramada sobre o assolador. 

Maquiagem no transporte público

Hoje quero falar sobre uma situação muito corriqueira que vem acontecendo no transporte público: a maquiagem. É proibido fazer maquiagem no...