segunda-feira, 3 de outubro de 2016

NO FINAL DO TÚNEL...


No final do túnel existe uma janela. Talvez você precise antes passar por uma sequência interminável de portas fechadas e treinar seus ouvidos para o som da batida de cada uma delas, mas não deixe de caminhar. Eu sei que não tem a menor graça andar no escuro, e por não saber nada sobre o caminho, algumas vezes você irá tropeçar. Mas lembre-se, que é justamente essa coragem de andar por um lugar desconhecido e adquirir habilidade para se curar de cada tombo, que fará você começar a enxergar aos poucos frestas de luz. E pode não parecer, mas o som de cada porta se fechando um dia irá soar como música aos seus ouvidos. A canção de quem aprendeu a ler as esperas.
De quem aceitou a partitura da fé e aprendeu a tocar as notas no momento adequado, na afinação de Deus.
___________________
Ana Jácomo

De Alma para Alma

Verdade Dividida


 Verdade Dividida

A porta da verdade estava aberta
mas só deixava passar meia pessoa de cada vez.
Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só conseguia o perfil de meia verdade.

E sua segunda metade voltava igualmente com meio perfil.
E os meios perfis não coincidiam.
Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram ao lugar luminoso onde a verdade explendia os seus fogos.

Era dividida em duas metades diferentes uma da outra.
Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
Nenhuma das duas era perfeitamente bela.
E era preciso optar. Cada um optou
conforme seu capricho, sua ilusão, sua miopia.
______________________________
Carlos Drummond de Andrade

DE ALMA PRA ALMA

Maquiagem no transporte público

Hoje quero falar sobre uma situação muito corriqueira que vem acontecendo no transporte público: a maquiagem. É proibido fazer maquiagem no...