quinta-feira, 11 de outubro de 2012

CENTRALIZAÇÃO DA SALVAÇÃO


CENTRALIZAÇÃO DA SALVAÇÃO




 (2 Co 6.2)

(porque ele diz: Eu te ouvi no tempo da oportunidade e te socorri no dia da salvação; eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação). Sobremodo:extraordinariamente, excessivamente; além da medida; muito e sobremaneira. Agora: (advérbio) neste momento, neste instante, nesta ocasião; atualmente, presentemente, há pouco tempo, há poucos instantes, na época em que estamos, atualmente, daí em diante. Agora está associada a “oportunidade”.  Essa condição seguramente exige decisão.


Preâmbulo: O que esta de moda é a descentralização dos governos cívicos, deveria ser assim também com os governos eclesiásticos, para não concentrar em um só homem todo o poder. Já no tema da Salvação ele deve estar centralizado.


I – ELA É O CENTRO DA HISTORIA

1.    Na pessoa de Jesus a historia se divide: Em antes e depois de Cristo. Nenhum outro personagem foi tão influente como Jesus.

2.    A historia da Teantropia: Teantropia é a historia do Salvador, a historia de Deus feito homem. Foi fecundado por obra do Espírito Santo em Maria.

3.    A historia de Buda: Duda um personagem real, por nome de Sidartha Gautama, nasceu de 500 anos a.C. e morreu aos 80 anos de vida, mas não ressuscitou.

4.    Jesus é o autor da Salvação: Duda não teve a idéia de fundar a Igreja como fez Jesus a “Minha Igreja” até então não existia igreja. A definição de Ekklesia – Significa: A preposição ek, fora, e um verbo, kaleo, chamar. Significa chamar para fora.

5.    As outras religiões: São apenas sistemas de filosofia, meditação e sofrimentos penitenciosos.


II – ELA É O CENTRO DAS DOUTRINAS

1.    Todas as doutrinas periféricas: Para conhecermos a Doutrina da Salvação, precisamos de doutrinas básicas que nos levam ate a Salvação. A Geografia nos leva a terra do Salvador, a Historia nos leva a historia de Jesus.

2.    Soteriologia a doutrina da Salvação: palavra soteriologia vem do vocábulo grego soteria e significa salvação, libertação de um perigo iminente, livramento do poder da maldição do pecado, restituição do homem à plena comunhão com Deus.


III – ELA É O CENTRO DAS PROFECIAS

1.    Profetas sem colegiados: Poucos foram os profetas que tiveram um companheiro contemporâneo. Nem mesmo Elias e Eliseu trabalharam juntos.

2.    A linha editorial: Em tempos tão remotos, e tão distantes no tempo um do outro, se pode perceber que seguiram uma linha profética idêntica, pois eram inspirados pelo mesmo Espírito.

3.    A antecipação: Deus começou falaram da Salvação tão logo que começou a falar com a humanidade, lá do Éden já se sabia que da semente da mulher nasceria um para esmagar a cabeça de Satanás.

4.    As exatidões: Os profetas acertaram com exatidão o lugar do nascimento do Salvar, sua origem simples, sua obra, seu sofrimento, suas funções.

5.    O luxo dos detalhes: Profetizaram o que comeria: ‘Mel e manteiga. O aspecto fisionômico: ‘sem parecer e formosura’


IV – ELA É O CENTRO DA MISSIOLOGIA

1.    O labor primordial Missões: É levar a Salvação a povo que ainda não conhece a Jesus. Não é levar pão ao faminto, nem medicina ao enfermo, nem educação primaria a os mais carentes, isso é apenas uma ponte para granjear a Salvação.

2.    Por fingimento ou em verdade: (Fp 1.12-18) (Parafraseando) Paulo disse aos filipenses: Quero que fiquem sabendo que a minha prisão, contribuíram para a propagação do evangelho. Minhas prisões serviram de testemunho em todos os lugares. Até serviu de animo para os pregadores falar a Palavra ousadamente, sem medo. Alguns pregavam o Cristo por inveja de Paulo (se ele prega, eu também prego) outro de boa vontade. Uns pregam por interesse pessoal, outros por amor. O importante é que de alguma maneira seja pregado ate por fingimento ou por verdade, por maus ou por bons motivos.

3.    Mesmo que seja trilhando no lagar: Gideão no dia que tratou de salvar um pouco de trigo dentro de um buraco escondido dos inimigos. Deus viu isso do céu e se moveu, mandou anjo, disse isso sim que é atitude de valor. Só esse tipo de atitude é vista e considerada pelo Senhor. (Jz 6.12) Então, o Anjo do Senhor lhe apareceu e lhe disse: O Senhor é contigo, homem valente.


V – ELA DEVE SER O CENTRO DA NOSSA CONFISSÃO

1.    Pode até conquistar o mundo todo: Mas não é o propósito de conquistar títulos acadêmicos e riquezas. O propósito é salvar a sua alma. (Mc 8.36) Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?

2.    Tomarei o cálice da Salvação: (Sl 116.13) Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor. Uma expressão bem moderna seria eu colocarei a camiseta de Jesus Cristo.

3.    O amor de Cristo nos constrange: (2 Co 5.14) Pois o amor de Cristo nos constrange. Ele nos amou tanto, nos perdoou tanto, que não podemos ficar calado diante de tanta bondade.

4.    Manter firme nossa Confissão: (Hb 4.14) Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão.
Fonte: Palavras proféticas e Promessas

ADORAÇÃO NA PORTA


ADORAÇÃO NA PORTA






(Ezequiel 46.9)


Mas, quando vier o povo da terra perante o Senhor, nas festas fixas, aquele que entrar pela porta do norte, para adorar, sairá pela porta do sul; e aquele que entrar pela porta do sul sairá pela porta do norte; não tornará pela porta por onde entrou, mas sairá pela porta oposta.


Preâmbulo: A cidade de Jerusalém no AT era composta de 12 portas, o Templo por sua vez tinha seis portas estabelecidas na seguinte ordem dois em direção do Oriente, dois para o Sul e dois para o Norte. E muito importante para nós conhecer a Posição das Portas e como se entrava por elas e como se saia e ainda quem podia entrar e que não podia entrar.


I – O QUE ACONTECIA NAS PORTAS EM ISRAEL

1.   A Importância das Portas: Como não havia praças nas antigas cidades o povo se concentrava junto às portas. Na Grécia se reuniam nas Ágoras, em Roma se reuniam nosFóruns. Na ocasião das guerras, a defesa era redobrada junto às portas; pois quando se conquistavam as portas era sinal de que a cidade fora subjugada.

2.    Lugar de encontros e negócios: Era um lugar especial para conversas, passatempos e negócios, um lugar de encontro. Como que fosse um Cartório onde se fazia contratos, compras e vendas.

3.    Lugar de processos judiciais: Jó é o mais notável exemplo de exercício jurídico sentado na porta da cidade. (Jo 29.7-17) Quando eu saía para a porta da cidade… me era dado sentar-me, os moços me viam e se retiravam; os idosos se levantavam e se punham em pé; os príncipes reprimiam as suas palavras e punham a mão sobre a boca; a voz dos nobres emudecia, e a sua língua se apegava ao paladar… eu livrava os pobres que clamavam e também o órfão que não tinha quem o socorresse. A bênção do que estava a perecer vinha sobre mim, e eu fazia rejubilar-se o coração da viúva… Eu me fazia de olhos para o cego e de pés para o coxo. Dos necessitados era pai e até as causas dos desconhecidos eu examinava…

4.    Lugar de leitura da Lei de Deus (Ne 8.1-3). Em chegando o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem… diante da Porta das Águas… Esdras, o escriba, que trouxesse o Livro da Lei… leu no livro… desde a alva até ao meio-dia, perante homens e mulheres e os que podiam entender…

5.    Lugar de execução de Idolatras: (Dt 17.2-5) Quando no meio de ti… que vá, e sirva a outros deuses, e os adore, ou ao sol, ou à lua… e te seja denunciado… então, levarás o homem ou a mulher que fez este malefício às tuas portas e os apedrejarás, até que morram.

6.    As oito portas atuais em Jerusalém: De 12 portas que havia, permanecem apenas oito, são elas: Porta NovaPorta de DamascoPorta de HerodesPorta de Santo EstevãoPorta DouradaPorta de SiãoPorta dos MourosPorta de Jafa.

7.   As doze portas depois do Cativeiro: Porta do Gado, Porta do Peixe (Porta de Damasco), Porta Velha (Porta de Jafa), Porta do Vale, Porta do Monturo, Porta da Fonte, Porta do Cárcere, Porta das Águas, Porta dos Cavalos, Porta Oriental, Porta de Mifcade (da Atribuição) e Porta de Efraim.


II – PORTA UM LUGAR DE ADORAÇÃO

1.    Uma Adoração Preventiva: O povo apenas entrava para adorar no limiar da porta, ninguém se atrevia estar no interior do templo. O povo comum não poderia entrar no meio, poderia morrer.

2.    Uma Adoração de Suficiência: O povo entrava para adorava apenas no limiar da porta, não penetravam no interior do templo, onde estavam os sacerdotes de serviço, e isto era suficiente.

3.    Uma Adoração de Oportunidade: Estar nas Portas da casa do Senhor era uma oportunidade anelada, desejada. (Sl 84.10) Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil; prefiro estar à porta da casa do meu Deus, a permanecer nas tendas da perversidade.

4.    Uma Adoração Diferenciada: O príncipe, por ser príncipe podia sentar à mesa diante do Senhor e comer o pão sagrado, enquanto olhava os sacerdotes ministrarem diante de Deus. (Ez 44.3) Quanto ao príncipe, ele se assentará ali por ser príncipe, para comer o pão diante do Senhor…

5.    Uma adoração de Chegada e Saída: O povo entrava para adorar pelas portas Sul ou Norte, só que deveria entrar por uma porta e sair pela outra(Ez 46.9) Mas, quando vier o povo da terra perante o Senhor, nas festas fixas, aquele que entrar pela porta do norte, para adorar, sairá pela porta do sul; e aquele que entrar pela porta do sul sairá pela porta do norte; não tornará pela porta por onde entrou, mas sairá pela porta oposta. Isso fala do no Passado, não importa como entramos, mas como vamos sair. Cada passa dado para frente, ficava atrás o seu passado, suas lutas, suas cargas.


III – A IMPORTÂNCIA DA PORTA ORIENTAL

1.    A Gloria do Senhor entrou pela Porta Oriental: A Porta Oriental é a porta exclusiva de Deus e da sua Gloria. (Ez 43.2) E eis que, do caminho do oriente, vinha a glória do Deus de Israel; a sua voz era como o ruído de muitas águas, e a terra resplandeceu por causa da sua glória. (43.4) A glória do Senhor entrou no templo pela porta que olha para o oriente.

2.    A posição da Porta Oriental: Podemos estudar as portas de Jerusalém e do templo, num sentido literal, vendo suas posições geográficas: A posição Oriental é a mesma que a posição Leste ou onde nasce o sol. Essa era a posição da porta do Tabernáculo e também do Templo, onde tocava os primeiros raios de sol ao iniciar o dia. O sacerdote ao entrar nesta posição dava às costas ao sol. Havia muitas e crendices na mitologia com referencia ao sol.

3.    A porta oriental do Templo ficou fechada: Por que a Gloria do Senhor havia entrada por ela (Ez 44.2) Disse-me o Senhor: Esta porta permanecerá fechada, não se abrirá; ninguém entrará por ela, porque o Senhor, Deus de Israel, entrou por ela; por isso, permanecerá fechada.

4.    A porta oriental de Jerusalém permanece fechada ainda hoje: Quando Jesus vier estabelecer o seu reino Milênial, ele entrará por esta porta Oriental do muro da cidade, conhecida também como porta Dourada. Os mulçumanos Otomanos construíram um cemitério enfrente da porta, para que Jesus como Sacerdote não entre, pois um sacerdote não poder acercar-se a um cadáver.

5.    A porta dourada se abrirá: Quando Jesus pisar no monte das Oliveiras, o monte de fendera e se abrirá, esta rachadura chegará até a porta Oriental e abrira ela o cemitério que está ali, será tragado pela terra e entrara Jesus pela porta Oriental.


IV – A PORTA IMPORTÂNCIA DA PORTA NA NOSSA VIDA

1.    Ezequiel é conduzido a Porta pelo anjo: pelo homem quatro vezes (40.3; 43.1; 44.1 e 47.1) O aspecto deste homem-anjo era de bronze, que guia, mostra, orienta e mede. (40.3) Ele me levou para lá, e eis um homem cuja aparência era como a do bronze; estava de pé na porta e tinha na mão um cordel de linho e uma cana de medir.

2.    O conceito de entrada: Os judeus davam muita importância a Porta, mais que nós hoje em dia, o conceito Entrada e Saída era mais amplo. Dependendo de onde uma pessoa vinha escapando, entrar pela porta era encontrar a Salvação. Igual que nós quando entramos por uma porta chamada Jesus. (Jo 10.9) Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.

3.    Uma Entrada Ideal: Podemos entrar de duas maneiras pela porta de Adoração. Mal ou bem. O ideal seria como nos ensina o Salmo 100.4 Entrai por suas portas com ações de graças e nos seus átrios, com hinos de louvor; rendei-lhe graças e bendizei-lhe o nome. Mas se não for possivel vir assim, venha do geito que esta, mas não deixe de vir.

4.    Uma Entrada Real: Não estou falando de realeza, de rei, mas de realidade. Na maioria das vezes pessoas quem vem adorar a Deus vêm trazendo uma vida cheia de angustia, dificuldade e pesares, mas depois de adorar a Deus, sai com alivio, paz e alegria.

5.    A alegria de estar nas portas: (Sl 122.1,2) Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor. Pararam os nossos pés junto às tuas portas, ó Jerusalém!
Fonte: Palavras proféticas e Promessas

Salmo 105


Salmo 105


Louvai ao SENHOR, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos.
Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas.
Gloriai-vos no seu santo nome; alegre-se o coração daqueles que buscam ao SENHOR.
Buscai ao SENHOR e a sua força; buscai a sua face continuamente.
Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca;
Vós, semente de Abraão, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos.
Ele é o SENHOR nosso Deus; os seus juízos estão em toda a terra.
Lembrou-se da sua aliança para sempre, da palavra que mandou a milhares de gerações.
A qual aliança fez com Abraão, e o seu juramento a Isaque.
E confirmou o mesmo a Jacó por lei, e a Israel por aliança eterna,
Dizendo: A ti darei a terra de Canaã, a região da vossa herança.
Quando eram poucos homens em número, sim, mui poucos, e estrangeiros nela;
Quando andavam de nação em nação e dum reino para outro povo;
Não permitiu a ninguém que os oprimisse, e por amor deles repreendeu a reis, dizendo:
Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas.
Chamou a fome sobre a terra, quebrantou todo o sustento do pão.
Mandou perante eles um homem, José, que foi vendido por escravo;
Cujos pés apertaram com grilhões; foi posto em ferros;
Até ao tempo em que chegou a sua palavra; a palavra do SENHOR o provou.
Mandou o rei, e o fez soltar; o governador dos povos, e o soltou.
Fê-lo senhor da sua casa, e governador de toda a sua fazenda;
Para sujeitar os seus príncipes a seu gosto, e instruir os seus anciãos.
Então Israel entrou no Egito, e Jacó peregrinou na terra de Cão.
E aumentou o seu povo em grande maneira, e o fez mais poderoso do que os seus inimigos.
Virou o coração deles para que odiassem o seu povo, para que tratassem astutamente aos seus servos.
Enviou Moisés, seu servo, e Arão, a quem escolhera.
Mostraram entre eles os seus sinais e prodígios, na terra de Cão.
Mandou trevas, e a fez escurecer; e não foram rebeldes à sua palavra.
Converteu as suas águas em sangue, e matou os seus peixes.
A sua terra produziu rãs em abundância, até nas câmaras dos seus reis.
Falou ele, e vieram enxames de moscas e piolhos em todo o seu termo.
Converteu as suas chuvas em saraiva, e fogo abrasador na sua terra.
Feriu as suas vinhas e os seus figueirais, e quebrou as árvores dos seus termos.
Falou ele e vieram gafanhotos e pulgão sem número.
E comeram toda a erva da sua terra, e devoraram o fruto dos seus campos.
Feriu também a todos os primogênitos da sua terra, as primícias de todas as suas forças.
E tirou-os para fora com prata e ouro, e entre as suas tribos não houve um só fraco.
O Egito se alegrou quando eles saíram, porque o seu temor caíra sobre eles.
Estendeu uma nuvem por coberta, e um fogo para iluminar de noite.
Oraram, e ele fez vir codornizes, e os fartou de pão do céu.
Abriu a penha, e dela correram águas; correram pelos lugares secos, como um rio.
Porque se lembrou da sua santa palavra, e de Abraão, seu servo.
E tirou dali o seu povo com alegria, e os seus escolhidos com regozijo.
E deu-lhes as terras dos gentios; e herdaram o trabalho dos povos;
Para que guardassem os seus preceitos, e observassem as suas leis. Louvai ao SENHOR. 

DEUS FEZ SOBREMODO FECUNDO O SEU POVO


DEUS FEZ SOBREMODO FECUNDO O SEU POVO




(Salmo 105.24)

Deus fez sobremodo fecundo o seu povo e o tornou mais forte do que os seus opressores.


Preambulo: A Fecundidade é um benção que Deus quer repetir no meio do seu povo hoje novamente. Fecundidade em todas as areas. Na reprodução, na imaginação, na Igreja, na Familia. São sinonimos de Fecundidade: Abundancia, Potencia, uma igreja que produz muito. Figurativamente falando é a facilidade de produzir, criar, ou inventar.


I – O POVO DE ISRAEL SOBREMODO FECUNDO

1.    Definição de sobremodo: Extraordinariamente, muito e sobremaneira. Assim foi a nação de Israel, tudo isso por causa de Deus no meio deles.

2.    Israel foi Fecundo na Gestação: (Ex 1.15-22) As parteiras Sifrá e Puá, receberam ordem do rei do Egito para matar os meninos hebreuS, mas elas temiam ao Senhor e deixavam viver os meninos. O milagre era esse, que as mulheres hebréias não eram como as egípcias; elas eram vigorosas e antes que lhes cheguem as parteiras, já tinham dado à luz os seus filhos. Por isso diz o Salmo 105.24 Deus fez sobremodo fecundo o seu povo e o tornou mais forte do que os seus opressores.

3.    Moises testifica a Fecundidade de Israel (Dt 1.10,11) O Senhor, vosso Deus, vos tem multiplicado; e eis que, já hoje, sois multidão como as estrelas dos céus. O Senhor, Deus de vossos pais, vos faça mil vezes mais numerosos do que sois e vos abençoe, como vos prometeu. Israel entrou no Egito com apenas 70 cabeças, mas no momento da Libertação sairam mais de um milhão e meio de pessoas.

4.    Quando Israel era pequeno: Deus tinha um cuidado todo especial com eles. (Sl 105.12-15) Eles em pequeno número, pouquíssimos e forasteiros nela; andavam de nação em nação, de um reino para outro reino. A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis, dizendo: Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas.

5.    Israel foi Fecundo na terra de Canaã: (Dt 11.10-12) Porque a terra que passais a possuir não é como a terra do Egito, donde saístes, em que semeáveis a vossa semente e, com o pé, a regáveis como a uma horta; mas a terra que passais a possuir é terra de montes e de vales; da chuva dos céus beberá as águas; terra de que cuida o Senhor, vosso Deus; os olhos do Senhor, vosso Deus, estão sobre ela continuamente, desde o princípio até ao fim do ano.

6.    Israel foi Fecundo na guerra: (Dt 28.7) O Senhor fará que sejam derrotados na tua presença os inimigos que se levantarem contra ti; por um caminho, sairão contra ti, mas, por sete caminhos, fugirão da tua presença.


II – NUNCA MAIS HAVERA ESTERELIDADE

1.    Na gestação: (Ex 23.25,26) Servireis ao Senhor, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e tirará do vosso meio as enfermidades. Na tua terra, não haverá mulher que aborte, nem estéril; completarei o número dos teus dias.

2.   Na familia: (Sl 144.12) Que nossos filhos sejam, na sua mocidade, como plantas viçosas, e nossas filhas, como pedras angulares, lavradas como colunas de palácio.(Sl 128.3) Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa.

3.    No campo: (Sl 144.13-14) Que transbordem os nossos celeiros, atulhados de toda sorte de provisões; que os nossos rebanhos produzam a milhares e a dezenas de milhares, em nossos campos. que as nossas vacas andem pejadas, não lhes haja rotura, nem mau sucesso. Não haja gritos de lamento em nossas praças. (Dt 11.15) Darei erva no vosso campo aos vossos gados, e comereis e vos fartareis. (Dt 28.3) Bendito serás tu na cidade e bendito serás no campo.

4.    Nos animais: (Jó 21.10) O seu touro gera e não falha, suas novilhas têm a cria e não abortam.

5.   Na pessoa: Abraão tinha essa promessa. (Gn 17.6) Far-te-ei fecundo extraordinariamente, de ti farei nações, e reis procederão de ti. José teve um filho que chamou de Bemjamim pois disse: Deus me fez Próspero na terra da minha aflição. (Gn 41.52) A benção de Isaque para seu filho Jacó foi (Gn 28.3) Deus Todo-Poderoso te abençoe, e te faça Fecundo, e te Multiplique para que venhas a ser uma Multidão de povos.

6.    Na igreja: (Is 54.1) Canta alegremente, ó estéril, que não deste à luz; exulta com alegre canto e exclama, tu que não tiveste dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária do que os filhos da casada, diz o Senhor.


III – A IGREJA DE DEUS SOBREMODO FECUNDA

1.   Fecunda como os coelhos-femeas: O poder de reprodução das coelhas é surpreendente. A gestação de uma coelha é extremamente prolífica, a fêmea do coelho pode parir desde a idade de seis meses. O período de gestação dura pouco menos de seis semanas. Uma coelha pode ter de 3 a 6 ninhadas por ano. Cada vez que engravida, nascem de 4 a 12 filhotes. Assim, a coelha pode chegar a ter 110 filhotes em um ano.

2.   Fecunda como os camelos-femeas: Uma camela leva 13 meses para gestação isto representa 440 dias, nascendo apenas um filhote e ainda assim o camelo nasce tão canhestro, desajeitado, acanhado. Tem igrejas assim, seu crescimento é lento, quase parado.

3.   Fecunda como a semente do mamão: O mamão é a fruta que mais produz semente, podemos encontrar mais de 500 sementes em um mamão grande. Nestas caracteristicas deve ser a Igreja do Senhor, abundante, profícua.
Fonte: Palavras proféticas e promessas

Maquiagem no transporte público

Hoje quero falar sobre uma situação muito corriqueira que vem acontecendo no transporte público: a maquiagem. É proibido fazer maquiagem no...